Temas

1.13.2007

OVACE - OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS POR CORPO ESTRANHO

Você já ouviu falar desta manobra?

Se ainda não, saiba que ela é muito simples e pode ajudar a salvar muitas vidas.

Digamos que vc se depare com a seguinte situação:

"Você está almoçando com um grupo de amigos...
Subitamente, alguém se engasga. Tenta tossir, mas parece estar seriamente em apuros.
Levanta-se e fica muito agitado levando as mãos à garganta. Não consegue mais falar, parecendo ter alguma dificuldade para respirar."

Isto pode ser um sinal de que o oxigênio não está chegando aos pulmões desta pessoa, o que chamamos de ASFIXIA.

A asfixia é uma causa comum de morte após engasgo com alimentos ou por ingestão de corpos estranhos. É mais comum em crianças, mas pode acontecer também com os adultos.
Pode levar à inconsciência em 2 minutos, lesões cerebrais, após 3 minutos e até à morte!

Alimentos ou objetos podem ser responsáveis pela ASFIXIA. Isso acontece quando estes são engolidos e ao invés de irem para o esôfago (o caminho que o alimento faz), ficam presos antes deste ou pegam o caminho errado (traqueia), que leva o ar para os pulmões. Nestes dois casos o ar é impedido de passar, causando o SUFOCAMENTO ou ASFIXIA (tecnicamente falando "OVACE - Obstrução de Vias Aéreas por Corpo Estranho).

O QUE VC DEVE FAZER QUANDO VÊ ALGUÉM ASFIXIADO OU VC MESMO ESTÁ NESTA SITUAÇÃO E NÃO TEM QUEM LHE AJUDE...

Se a vítima estiver consciente, observe se trata-se de uma Obstrução de Vias Aéreas  LEVE ou GRAVE. 

LEVE: A vítima apresenta tosse violenta e dificuldade respiratória. Neste caso deve-se incentivar a tosse e permanecer atento à vítima, se após expelir o corpo estranho ela voltará a respirar normalmente. Em hipótese alguma deve-se dar líquidos para beber ou comidas para "ajudar" a desengasgar!

GRAVE: Certifique-se que a pessoa esteja realmente com dificuldades para respirar. Alguns sinais são característicos:

- ELA TENTA FALAR E A VOZ NÃO SAI;
- TENTA TOSSIR, MAS TAMBÉM NÃO PRODUZ SOM DE TOSSE
- FICA AGITADA E CONFUSA, LEVANDO AS MÃOS À GARGANTA
- A PELE OU O CONTORNO DA BOCA PODEM MUDAR DE COR, FICANDO ARROXEADAS (o que indica baixa oxigenação do sangue).


Primeiramente entre em contato com o serviço de emergência ou solicite que alguém o faça, enquanto você inicia o socorro, pois algumas vezes você não será capaz de retirar o objeto ou alimento que está "entalado".


Ligue: 
192 (SAMU ou Central de Ambulâncias)
ou
193 Corpo de Bombeiros


SE A VÍTIMA ESTIVER CONSCIENTE

Bata 4 vezes com a mão espalmada nas costas da vítima. Se isso não for suficiente para expelir o corpo estranho, comece a Manobra de Heimlich.



Em adultos e crianças grandes: Coloque-se atrás da vítima, abraçando-a pela cintura, com o polegar voltado para a barriga dela e a outra mão segurando a primeira. Firme os punhos entre as costelas a cicatriz umbilical. Puxe-a em sua direção e para cima, simultaneamente, de forma rápida e vigorosa.



Em vítimas gestantes ou obesas: Quando não é possível abraçar a vítima por trás ou quando isso for contraindicado (no caso de gestantes ou pós-operados, por exemplo), realizar as compressões sobre o externo (o mesmo local onde se realiza massagem cardíaca)





Em crianças pequenas: coloque-á inclinada com a cabeça mais baixa que o corpo, apoiando a região ventral da criança em seu antebraço, como na figura abaixo e dê tapinhas com a mão espalmada em suas costas. Se não resolver, vire-á e tente aspirar delicadamente posicionando sua boca sobre a boca e o nariz da criança.


Se você engasgar e estiver sozinho:: Realize compressões em seu abdome. Caso são consiga empregar a força necessária, posicione-se atrás do espalfar de uma cadeira e colocando-o entre suas costelas e umbigo e solte o peso do corpo sobre ela...



SE A VÍTIMA ESTIVER INCONSCIENTE 

OBS.: O procedimento para vítimas inconscientes foi alterado, não sendo mais utilizado o procedimento abaixo... 


PROCEDIMENTO INCORRETO: Caso a vitima fique incosciente: coloque-a em decúbito dorsal e com a cabeça lateralizada, posicionado suas mãos entre o umbigo e as costelas, realizando compressões em direção a cabeça. Após 4 compressões, verifique se o objeto ou alimento está visível na boca e pode ser retirado.





Quando a vítima desengasgar, observe se ela está respirando normalmente, caso não esteja, realize respiração boca à boca, como explicado em outra matéria.

Procedimento atualizado de acordo com as Diretrizes da American Heart Association:

1. Abrir as vias aéreas da vítima (inclinação da cabeça para trás e elevação do queixo, em casos em que não se suspeite de trauma:
 

Ou com a elevação do mento (queixo) e abertura da mandíbula, caso haja suspeita de trauma:

2. Inspecionar a cavidade oral, retirando objeto se visível ou alcançável;
3. Ventilar uma vez e se o ar não passar, reposicionar a cabeça (pois as vias aéreas podem não ter sido abertas adequadamente);
4.  Ventilar outra vez e se o ar ainda não passar;
5. Realizar 30 compressões torácicas;
6. Após as 30 compressões inspecionar a cavidade oral, retirando objetos, se visíveis e alcançáveis;
7. Realizar uma ventilação, observando se o tórax expande (se o ar entra). Se não entrar, repetir a sequência á partir do item 5, até o ar passar, ou até o socorro chegar e assumir.

Compressão no adulto:



  
Compressão torácica na criança:



Compressão torácica no bebê:




Pra finalizar:
1. Se puder, faça um curso de primeiros socorros.
2. Procure aprender, pois um dia qualquer, você poderá ser útil para alguém.
3. Se achou importante esta informação, repasse-a para os amigos.

GOSTOU? ACHOU ÚTIL? DÊ SUA OPINIÃO... SUGIRA NOVOS TEMAS..

9 comentários:

ana disse...

Olá. adorei o blogg, muito interessante as matérias.
Vcs poderiam colocar matérias relacionadas a coleta, técnicas,locais de acesso, coletaq á vácuo, dicas de como puncionar aquelas pessoas difíceis. Inclusive de gasometria venosa.
Obrigada

Ticianne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lúcia disse...

adorei esse blogg detalhado e facil de entender.Vcs poderiam colocar informações de alguns medicamentos que não podem ser administrados EV.
Obrigada

Mai disse...

Olá, gostei muito do blogg,as informações são super interessantes.Gostaria que vc falasse como elaborar um plano de alta para paciente submetido a retirada de corpo estranho nas vias aérias e gastro.
Obrigada.

fabiula disse...

Muito obrigada amei seu blog explica td de maneira fácil e vc não descarta os procedimentos mais simples(ainda bem)pois para quem esta iniciando nada é simples.Sempre visitarei seu blog pois receios e perguntas surgem td o dia em estágio.

vasti@julianahotmail.com disse...

JULIANA DISSE:ola adorei seu blogg,ana quando tiver duvidas vc pode me ajudar por favor...

vasti@julianahotmail.com disse...

ola ANA sera q pode me ajudar estoufazendo um exercicio de pediatria e nao estou conseguindo responde duas perguntas q sao as seguintes primeira descreva as diferenças em punçao venosa em criança e adulto.a segunda e descreva considerando a sequencia de tecnicas(inspeçao,ausculta,percusão)alem de considerar rigorosamente a descrição de maneira cefalo-caudal todos os detalhes de cada sistema q devem ser observados,verificados e registrados a cerca da criança submetida ao exame fisico,obrigada ser poder me ajudara ter dia 22/03

vasti@julianahotmail.com disse...

( inspeçao,ausculta,percusao e palpação) e q esqueci da palpação obrigada te adorooooo...

fernando ferrari disse...

excelente, gostei muito do post, super atualizado, com gravuras e linguagem clara. Parabens